Uirá sai à procura de Deus

Uirá sai à procura de Deus

Sinopse

Uirá à procura de Deus conta a trajetória de Uirá, um índio Urubu-Kaapor que, ao ter seu cotidiano devastado pela presença violenta e desagregadora dos homens "civilizados" no Maranhão, decide por fim à sua vida. Apresenta uma reflexão sobre os desdobramentos dos choques entre povos e também do conflito interno de um índio que quer conservar seus valores. A obra traz uma série de ensaios nos quais Darcy esquadrinha o âmago dos saberes indígenas, levando em conta as alianças e os conflitos que permearam os contatos interétnicos e forjaram estratégias de reação e expressão à colonização ibérica. Entre eles, há um de Marechal Rondon, militar sertanista de origem indígena, que lutou pela causa indigenista no Brasil. No final, o livro apresenta também a sua bibliografia. O livro traz também um brilhante estudo sobre os Kadiwéu, resultado do primeiro trabalho de campo de Darcy junto aos índios. O texto desta obra inspirou a concepção do filme Uirá, um índio em busca de Deus, de 1974, dirigido por Gustavo Dahl.- Sabe o que ele está dizendo? Me aconselha a vir morrer aqui, porque, diz ele, estando velho, não durarei muito e só os Bororo saberiam fazer o meu enterro. (Marechal Rondon comenta sobre sua longa conversa com o velho Cadete, chefe dos índios Bororo)

Autor

Darcy Ribeiro nasceu em Montes Claros, Minas Gerais, em 26 de outubro de 1922. Formado em Ciências Sociais na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, em 1946, Darcy construiu uma brilhante carreira intelectual de projeção internacional, notadamente nos campos da antropologia e da etnologia. Destacou-se como escritor, educador e político, além de ter sido figura presente nos momentos centrais da história brasileira da segunda metade do século XX. Foi senador da República entre 1991 e 1997 e membro da Academia Brasileira de Letras. Faleceu em Brasília, em 17 de fevereiro de 1997.