Guarda-chuvas esquecidos

Guarda-chuvas esquecidos

Sinopse

'Poeta lírico, sua voz torna-se mais pessoal e inconfundivel nas peças de temática erótica: uma voz sensual e irônica, debochada e apaixonada ao mesmo tempo. Deixa de lado o verso livre e epigramático e assume metros graves e cadenciados.' (Paulo Henriques Britto)'Consegue realizar suas ritualidades de poeta. Realizar no sentido de apresentar, desenvolver e rematar uma ideia poética, sem comprometer-lhe o interesse com soluções fáceis ou de gosto discutível.' (José Paulo Paes)'Visceralmente 'sintomático' com o lado escuro e real do cotidiano em que predomina o desvalimento, a ternura sufocada, os desencontros dolorosos que levam a frustrações profundas.' (Nelly Novaes Coelho)'Um autor em pleno domínio da arte poética, que sabe harmonizar forma e conteúdo, sem cair no reducionismo ou nos malabarismos de linguagem.' (Ronaldo Cagiano)