Gilberto Freyre e o Estado novo

Gilberto Freyre e o Estado novo

Sinopse

Gilberto Freyre e o Estado Novo: região, nação e modernidade é fruto de uma densa pesquisa cujo maior objetivo era entender o impacto do pensamento do sociólogo pernambucano, formado ao longo dos anos 1930 e 40, na construção da nação realizada pelo Estado Novo de Getúlio Vargas. O livro analisa o negócio entre o sociólogo e o regime em torno da união das tradições regionais com a modernidade nacional. Durante a graduação em História, Gustavo leu as biografias Um vitoriano dos trópicos, de Maria Lúcia Pallares-Burke, e Gilberto Freyre: uma biografia cultural, dos uruguaios Enrique Larreta e Guillermo Giucci e captou uma das lições presentes em ambos os livros: o regionalismo nordestino ainda estava por ser entendido em suas relações com as mudanças urbano-industriais iniciadas em 1930. O historiador decidiu, então, levar adiante essa empreitada no mestrado, lendo as obras de outros especialistas no tema e investigando muitos acervos documentais. Trabalho vencedor da 6ª edição do Concurso Nacional de Ensaios/Prêmio Gilberto Freyre 2016-2017, Gilberto Freyre e o Estado Novo é uma reflexão vigorosa e inovadora que aborda com extrema propriedade o entrelaçamento existente entre memória, história e invenção da nação.

Autor

Gustavo Mesquita é doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (2017) e mestre em História pela Universidade Federal de Goiás (2012). Durante o doutoramento, fez estágio sanduíche na Vanderbilt University, Nashville, Estados Unidos, com o propósito de pesquisar em arquivos norte-americanos especializados na história das Ciências Sociais no século XX. Desenvolve pesquisa sobre história contemporânea, com ênfase no pensamento político-social e seus nexos com os direitos humanos e a agenda de antirracismo das organizações internacionais.