Sinopse

Por séculos, a comunidade científica relacionou experiências espirituais a transtornos da mente. Não é, de fato, incomum que pessoas com quadro psicótico afirmem ouvir vozes ou ter visões. Ao analisar um dos maiores médiuns que se tem notícia, os médicos psiquiatras Leonardo e Liliane Machado buscam esclarecer a questão: Divaldo Franco – mediunidade ou distúrbio mental? A partir de entrevista realizada com o médium baiano, os autores analisam Divaldo desde a infância, sob as óticas médica e espírita. Esquizofrenia, transtorno bipolar, autismo, alucinação? Influência obsessiva, percepções mediúnicas? Colocando Psiquiatria e Espiritismo lado a lado, a obra não só diagnostica o que é normalidade ou patologia, mas sobretudo apresenta Divaldo Pereira Franco ainda mais humano e autêntico.