Ação pedagógica entre verticalismo pedagógico e práxis dialógica

Ação pedagógica entre verticalismo pedagógico e práxis dialógica

Sinopse

A prática pedagógica no Brasil, herdeira da velha tradição jesuítica, passou ultimamente por grandes transformações veiculadas pelas correntes em que se destacam os nomes de Anísio Teixeira e Paulo Freire. O professor Rodinei se propõe nessa obra a rediscutir a questão pedagógica indo aos seus fundamentos filosóficos e humanísticos, a fim de salvaguardar o dado tradicional desvinculando-o do "verticalismo" e, ao mesmo tempo, assimilar a preciosa contribuição da pedagogia com base na experiência do educando, propondo o caminho do diálogo para o desenvolvimento de sua consciência crítica, colocado no centro da ação pedagógica. O autor declara explicitamente que sua intenção é tratar sistematicamente da ação pedagógica em Paulo Freire, indicando o deslocamento, proposto pelo autor, da ação pedagógica centrada na instrução verbal para a compreensão da ação pedagógica como práxis dialógica. A ação pedagógica em Paulo Freire pode ser entendida como um esforço sistemático de crítica ao paradigma do verticalismo pedagógico, e, ao mesmo tempo, como proposição de um novo paradigma baseado na práxis dialógica, evitando, também, o recurso exclusivo ao método experimental das ciências naturais. O texto se organiza em duas partes. Primeiro, uma exposição da problemática pedagógica da instrução e da experiência, em que depois de se fixar o conceito de pedagogia, expõe-se o verticalismo escolástico e a valorização da experiência na perspectiva da escola moderna. Depois, na segunda parte, procura reconstruir a visão pedagógica de Paulo Freire expondo o problema central do autor, sua opção metodológica, seu objetivo, sua visão acerca do ser humano e da história e analisando, por meio da relação entre opressor-oprimidos, a contradição existente no interior do verticalismo pedagógico. Finalmente analisa a ação pedagógica como práxis dialógica, tomando o diálogo como seu fundamento central e tematizando a especificidade da ação pedagógica em Paulo Freire.

Autor

Rodinei Balbinot nasceu no município de Descanso, Santa Catarina. Graduou-se em Filosofia pela Fundação Educacional de Brusque (FEBE), Santa Catarina, e cursou Teologia no Instituto de Teologia e Pastoral (ITEPA), em Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Na Universidade de Passo Fundo (UPF) fes mestrado em Educação, na linha de pesquisa fundamentos de educação. Atualmente é professor de Filosofia da Educação na UPF e diretor do Instituto de Teologia e Pastoral.