A Crueldade Fraternal

A Crueldade Fraternal

00:00 / 00:00

Sinopse

Já no primeiro parágrafo, Marquês de Sade conduz o leitor para o cerne de uma trama aterradora.
A moça em questão é a "Menina de Tourville" que, encontrada praticamente morta por uma carruagem - estava banhada em sangue, branca como um defunto -, conta sua história ao nobre e honrado conde de Luxeuil.
Uma história marcada pela inveja, ingenuidade e barbárie. Abandonada pelo seu amor secreto, traída por uma falsa protetora, submetida a torturas por pretensos "vingadores", ela encontra na figura do conde um amparo para seus traumas.
Baseando-se no estilo romanesco de sua época, esta narrativa não contém as cenas fortes e enlouquecedoras tão com uns na literatura do Marquês Sade - especialmente nas obras "Filosofia na alcova" ou "120 dias em Sodoma" -, cujo estilo deu origem a palavra sadismo. Este audiolivro traz ainda, ao final, uma biografia e comentário sobre suas obras.